domingo, 6 de abril de 2014


O Projeto 6x6, criado pela querida Ludmila Almeida (nosofah.com), tem como objetivo selecionar 6 fotos realizadas durante o mês, seja do cotidiano, trabalho, familiam lazer, enfim, 6 olhares capturados.
Uma idéia bacana pra treinar o olhar e mostrar o que eu vejo por ae!
Seguem as fotos que fiz nesse mês de abril!

1- Silhueta dos Maciços da Floresta da Tijuca - Feita no Morro da Urca.
2- Flor "Dente de Leão" - Jardim Botânico.
3- Bailarina Liliane Sousa, Teatro Municipal.
4- Tim (deitado) & Tom, meus amores felinos.
5- Macro de uma flor - Parque Lage.
6- Minha nova paixão: Capuccino com menta - 3 Corações! Muito amor!





sexta-feira, 7 de março de 2014

Voltamos à apresentar! Eu em nova versão, visão e profissão!


Eis me aqui, depois de tanto tempo, pelo que vi, parei no tempo em Janeiro de 2012.
Então passou 2012, 2013 com um porradão de novo na minha vida, tanto na saúde como perda familiar, e eis que chega 2014!
Bom desde de 2010 estou estudando fotografia e ano passado, 2013, me inscrevi no curso profissionalizante do SENAC, uma querida amiga  colocou tanta pilha que me joguei e agora quase 6 meses depois estamos finalizando o curso!
Ter me jogado na fotografia foi muito estimulante e satisfatório, por qu ena verdade sempre tive ela comigo, sempre registrei tudo que via, fosse na vida familiar ou profissional.
E tenho certeza que também veio à tona a forte influencia que tive na infância quando ia na casa de praia dos meus avós e via o paredão de fotografia, que meu tio Paulinho montou com suas fotografias, ele foi fotógrafo  um bom tempo da vida, registrou grandes atores do teatro e musicos, alem de casamentos e books.
Só sei que hoje minha vida mudou, estou realmente feliz e vendo que posso seguir uma nova profissão!
Não que não goste mais de atuar ou produzir, pelo contrário, agora posso unir tudo isso para mim mesma e para quem eu for fotografar!
Tenho muita gratidão à todos que me estimularam, me deram aquela força para seguir na fotografia, realmente é muito gratificante poder ver que o que você fotografa, sensibiliza as pessoas.
E agora estou retornando ao blog, por que uma outra amiga, acabou de inventar um grupo , que todo dia 6 do mês, deve-se postar 6 fotos, sem tema.
Uma ótima maneira de abrir bem a mente, o coração e deixar fluir sua sensibilidade e olhar através da lente!
Portanto, está aberta a temporada da criatividade sem fim!
;)

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

MEU FINAL DE 2011!!!



Bom, já estamos em 2012 e eu não finalizei meu 2011, que ainda bem que fechei com chave de ouro! Primeiro tive a honra de ser chamada novamente para o espetáculo "Feliz Ano Novo" - Teatro do Sentidos, retornamos no Auditório Sergio Menge com sucesso total! Mais um ano de conquista! E tive o deleite de assistir 2 vezes o espetáculo " Les Naufragés du ful Spoir" do Le Théâtre du Soleil, simplesmente magnífico, e fechando este momento TEATRO, pude participar da oficina para atores com a Ariane mnouchkine, diretora e uma das fundadoras do Le Théâtre du Soleil. Foram 5 dias intensos, eu me joguei na fogueira do palco e foi muito emocionante estar ali e ela, me dirigindo e falando de coração aberto. Foi um êxtase! Torço que ela e seu Teatro magico e belo retorne ao Rio de Janeiro.
Fechei meu ano muito feliz, mesmo não estando em cartaz durante muito tempo, pude estar na magia do meu querido Teatro dos Sentidos e embarcar na proposta do Le Théâtre du Soleil!
Viva o Teatro!
E agora que venha 2012!
;)

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Podemos voar, basta querer realmente voar!

Muito tempo sem escrever, aliás tempo em excesso, para alguns visto como ouro para outros visto com ócio...
É incrível que esse tempo, cada vez que passa deixa meus pensamentos atordoados pela fato de eu me cobrar tanto, descobri que sempre que me cobro, sofro muito mais em qualquer deslize, talvez essa busca de cobrança seja a maneira que criei em querer estar sempre em movimento e quando páro, sofro por estar parada. Comecei a questionar minha vida realmente com pé no chão este ano, com certeza devido o baque que ainda estou me recuperando da passagem de minha amada mãe, porém, um pensamento vagueia em minha mente, sussurando que isso o que aconteceu era necessário e ponto, que eu não tenho que ficar remoendo, sofrendo ou questionando tanto e tão pouco lamentar a ausência (matéria) dela, pois ela é um ser iluminado e está em outra fase da evolução. Então comecei aos poucos, voltar a cuidar da casa, pintei paredes, voltei a cuidar das plantas, comecei a por cores na casa e na minha vida.
Mas não foi tudo assim tão lindo e mágico, comecei a fazer isso por que não rolou nenhum trampo e eu ainda com a cabeça meio virada também não corri atrás tãoooo interessada, mandei um email ou outro para pessoas próximas mas nada rolou e eu então pra não pirar de vez e me jogar na cama e nunca mais sair, resolvi pintar, por a mão na tinta, lixar, me sentir útil.
É muito esquisito quando do nada estamos sem o peso de uma responsabilidade adquirida indiretamente, com o passar do tempo nos acostumamos e quando não temos mais , já estamos automaticamente condicionados e é difícil a transição e a readaptação ao tempo normal e para sua vida normal...
Então, hoje, pleno outubro, um mês antes de completar um ano da viagem da minha mãe, começo a ver de outras formas a minha vida. Comecei a desejar conhecer lugares, a me cuidar novamente com mais intensidade, por que é difícil , viu? Não é simples, eu pensei que seria mas não é...
O tema desse post é por que eu descobri que tenho realmente uma incrível força de vontade, tudo que eu realmente desejo / quero , eu consigo, pode demorar mas eu consigo e essa convicção me deixa muito feliz e realizada, por que cheguei a conclusão que posso se realmente quero! Temos asas, por que temos sonhos! E se conseguimos realizá-los é por que podemos voar e alcança-los.
Ao longo desses meus 40 anos, vivi situações deliciosas e horripilantes, e cada uma delas está aqui na minha psique, só que quando o lado negro da força começa a dar o ar de sua graça, eu não sei como me jogo no poço , antes da força negra me pegar e com isso, chego no fundo, me auto analiso e consigo voltar a tona com vida e mais fôlego.
Naõ sei como, e também não sei até quando, mas isso não importa, assim, claro que o futuro é bom pensar mas não um futuro tãoo distante ao ponto de me perder nele, ou voltar ao passado e por la ficar...
Temos o presente, que acabou de ir pro passado e ja ta no futuro e assim estamos no presente e segue a vida, segue a morte, segue pra algum lugar...
Quero voar, preciso voar, estou saindo de um luto, que jurei que seria rápido mas vejo que foi preciso 1 ano para realmente seguir em frente.
Voltei a estudar inglês e estou realizando um sonho de adolescente, estudar francês, então se estou realizando um sonho, logo estou voando! É prazeroso demais isso, mesmo com medo de seguir em frente, sentimento besta esse , por que não tenho que ter medo de aprender francês, alias a palavra medo tem que baixar a bola aqui dentro de mim...
Mas seguindo a vida, este ano mesmo nesse luto, comecei a estudar, tanto o inglês como o francês, comprei uma câmera fotográfica super bacana, ja to com uma lente tb boa, cartão de memória, é penso tb fazer um curso de fotografia . pois amo de paixão e quem sabe não será uma outra porta de trampo no futuro?
Escrevendo tudo isso, vejo como sou guerreira, por que são tantos nós que já afoguei na garganta que perdi a conta...
Mas como boa guerreira, não quero e nem vou desanimar, por que sei que sou forte e iluminada e isso me fortalece cada vez mais para voar com meus sonhos e transforma-los em realidade.
Estava com saudade de escrever aqui, de por pra fora um pouco desses tantos pensamentos, gosto de escrever e parei mas acho que hoje foi um recomeço de mais um pouco da minha longa jornada!
E foi um estímulo muito especial que me fez escrever tudo isso!
Obrigada Mariana Lopes, nas suas palavras, nos seus sentimentos, me reconheci e isso foi muito importante em ver que não estou sozinha...
Bjs
Alice
;)

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Chegou a Primavera!

A Primavera é tão bela e poderosa, chega pra colorir a vida, alegrar nossos corações e sobre tudo confirmar que a mãe natureza é a força maior, que nos dá tudo e está presente mesmo nos menores lugares... Viva a Primavera! Namastê

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Para que sua vida melhore, comece arrumando sua casa! Meu projeto CasaCor 2011!



Veio 2011 e com ele, cheguei de verdade no dia 28 de janeiro depois de 23 dias trabalhando em Florianópolis. Cheguei feliz e satisfeita com a sensação de trabalho bem feito e 339 dias pra frente.
Porém, no dia que cheguei tinha uma carta recem chegada da delegacia onde estava correndo a perícia sobre o falecimento da minha mãe. Tomei um susto ao ler que deveria ir depor, novamente, e com após esse dia do depoimento, fiquei péssima, triste, muito mais muito caída...foi horrível ter que relembrar aquele dia tão doloroso pra mim 3 meses depois.
Então fiquei 2 meses muito triste, sem forças, recusando trabalho, fazendo o trivial e muito quieta, para algumas pessoas eu só poderia estar um pouco mais lenta, talvez as minhas amigas do twitter nem sacaram minha tristeza, visto que eu mesmo na merda, fico zoando, talvez rindo de mim mesma, ou tentando me levantar...
Pois é...então um dia a tia do meu namorido ligou e como ja tava confirmado que ela viria este ano para o aniversário dela e da mãe (minha querida Mary - vó do meu namorido, e dona do apto que moramos) ligou pra saber como estavam as coisas, se eu ja tinha visto o salão de festas, se tinha contactado o buffet, aluguel de mesas e tals, e eu disse que tava vendo - (ahã tava...tava nada) ela então me contou que ja tinha uns adereços lindos de aniversarios com o numeral de 60 e 90 , pois ela foinumafesta de uma vó de uma amiga e ela tava fazendo 90 e ela ganhou todaa a decoração e blablabla...
Eu achei bacana e disse que ia falar com a Helena , irmã dela e minha sogra pra passar diretinho o que tava sendo visto.
Desliguei o telefone, dei um super e profundo suspiro e pensei: fudeu!
É pensei assim porem ao longo do dia não saia da minha cabeça, dela falando dos adereços e que vais er uma festa muito legal e blablabla...e nisso me veio um desejo em dar um up na casa, mudar algo de lugar, por uma cor, enfim renovar a energia.
Fiz uma lista de lugares onde a parede estaria descascada, manchada, feia, aonde poderia por uma cor, que móvel poderia sair dali e ir praonde, que poderia ser pintado.
Então na mesma semana quando fui conversar com minha sogra, sobre a festa, ela tb estava envolvida com a obra do banheiro social da casa dela e que queria ver piso , ferragens e tudo que precisava pro banheiro, perguntei a ela se eu poderia comprar uma tintas e depois eu acertava com ela, falei que queria mudar um pouco o astral de casa e etcs...
Ela super fofa concordou, e fomos comprar as coisas...
Nesse meio tempo, descobrimos que a nossa cã estava com a displasia coxo femural realmente confirmada e que tb era necessario castra-la antes do proximo cio, nisso eu entrei numas de mudar todo o piso de casa, queria arrancar tudo (tacos) e por primeiro piso hidraulico, depois de orçar e cair na real que sairia uns 20 mil reais só o piso, decidi então por cimento queimado e um quê de hidraulico masssss descobri que cimento queimado é mega blaster escorregadio e assim então voltei pruma opção já meio das antigas que era por sisal na casa...
OKOKOK...num resumo - comprei as tintas como tb compramos o sisal.
E dai começou a brincadeira!
Comecei la pelo comecinho de maio...
Começar por onde? Pela varanda que é menor mais vai ter mais tinta alem da lajota que resolvi lixar pela segunda vez e passar resina? Ouuu corredor meia parede, porem calefetar os tacos? Ouuu repintar o teto do banheiro com tinta anti mofo e impermeavel?
Comecei pelo banheiro...foram 5 dias, descasquei onde tava ruim, emassei, lixei e pintei...
Na semana seguinte cai no corredor, foram uns 10 / 15 dias - entre descascar, emassar parede e rodapé, lixa-los e pinta-los, fora a M que fiz em ter posto a fita crepe torta...tive que repintar onde tava torto...pois é...
Então já temos ae 20 dias!
E finalmente fui para a varanda, confesso que foi aonde eu brinquei mais, por que resolvi pintar 80% dela, coloquei 2 tons de tinta azul, repitei o verde bandeira do portal e extendi pra outra parede, pintei com um verde claro parte da frente do portal, lixei durante 3 dias as lajotas, antes lavei-as de joelho com escovinha! (TOC gritandooo) e finalmente depois de pintar tudo inclusive um movel, passei 3 mãos de resina nas lajotas! Ficou um tesão!!!
Nessa loucura toda junto-se mais uns 15 dias, resultando 35 dias!
Fiz devagar, curtindo cada momento, claro que queria que terminasse talvez em menos tempo, mas era só eu, como uma pessoas faria tudo rapido assim? Não era pra ser...então foi por gosto.
Minha casa esta com outro astral como eu tambem!
Acho que devemos sempre tentar, aprender, fuçar, descobrir, desmontar, montar, mudar!
É devemos sempre mudar, pois assim a Energia continuará sempre nova!
É isso!
bjs
;)
obs: vou postar depois as fotos, vou tentar fazer um antes / depois!

quarta-feira, 13 de abril de 2011

A Lei do Retorno -

Hoje aconteceu uma situação que para alguns é mera coincidência, quando pra mim foi e esta sendo total Lei do Retorno. Sabe aquele ditado: "Aqui se faz , aqui se paga" ou "Gentileza gera Gentileza"? Então...
Foi assim...
Pela manhã, estava a navegar pelo facebook, entrando no twitter, vendo emails, quando um amigo, que mesmo que eu não tenha muito contato, eu gosto dele e assim eu o considero um amigo, postou um video sem noção, pra desopilar, rir daquela dupla da mtv Hermes e Renato, eu de curiosa fui la e vi e achei muito engraçado, comentei e dai ele desenvolveu um super papo e acabamos indo pro chat do face, aquele box do lado direito, ali desenvolvemos altos papos sobre teatro e ele colocou super pilha pra eu escrever um texto, eu falei sobre minha ideia e ele achou super, e tipo, ele é um ator que tá na ativa total, super do bem e excelente profissional, vir dele esse apoio me deixou muito endorfinada, eis que sai , pra ir ao supermercado e fui pensando no papo, quando resolvi em postar fotos de um workshop que fiz com Juliana Carneiro da Cunha do Treatre du soleil, alem de postar tb os videos que fiz no espetaculo Les Ephemeres que assisti em São Paulo. Ok...
Eis que sento-me pra almoçar e sempre leio o segundo caderno ou tão logo no café as 8h ou no almoço, hj por preguiça não peguei o jornal, e fui le-lo no almoço, pra minha surpresa, eis que leio, Theatrhe du soleil confirma sua vinda ao RJ em novembro de 2011, na mesma hora soltei um - o que??? fiquei embasbacada...ponto pra lei do retorno...
Ok, ok...
Então postei a foto que achei spoiler do espetaculo que virá em novembro, marquei meu amigo nela e nisso, algumas pessoas começaram a curtir a foto e eu me empolguei e resolvi postar as fotos laaaa da época do Olga, onde eu fiz um elenco de apoio e amei a oportunidade de ter participado do filme.
Bom dae nesse papo todo...eu super amarradona, eis que vejo uma produtora de elenco postar sobre uma escalação de um longa em pré produção, nisso eu vou la no blog do filme , me apaixono nos primeiros segundos de uma trilha que ja ta rolando e quando leio a história lembro que j atinha lido sobre algum tempo atras...
Nisso no chat do face, uma atriz que sempre curtimos as fotos lá no avatar do - O Palhaço - longa que será um espetáculo viajante colorido, dirigido pelo foda Selton Melo, a Luciana, me chama e começamos a conversar sobre o Olga e tals então ela comenta sobre o filme que a Ciça Castelo - produtora de elenco- estava fazendo casting, nisso a Luciana, me passa um link e dali me cai a ficha sobre a história da personagem, neste momento eu tive a mesma sensação , como foi no Teatro dos Sentidos...usar a ferramenta - atriz - pra emanar alem da energia , tb sua experiencia e estar num projeto tão bonito, o filme chama-se "O Pequeno Segredo" - http://todaspalavras.com/starts-with-by-length/pan/
Eu escrevi pra lá, me coloquei à disposição de estar nesse projeto, por amor, sim por amor, usar minha profissão por amor, pode estar ali, numa personagem e depois de muiitos anos, com meus netos , falar, ó vovó ficou tão feliz em ter participado desse filme...
Claro que temos contas à pagar e toda aquele loucura do sistema, mas eu abriria mão sim, doaria meu cachê pra Sociedade Viva Cazuza por exemplo, mesmo que fosse pouco, doaria sim...
Dinheiro vem, dinheiro vai...se tenho saúde sei que posso produzir e ter $ pra minhas necessidades...
Poder se doar faz que a Lei do Retorno seja cada vez mais frequente, fazendo o Bem, recebe-se o bem.
Torço que possa estar neste projeto, ficaria muito feliz, de ter estado na vibe, mesmo sabendo que é denso em alguns momentos.
Mas faz parte da profissão...
"Tudo vale a pena quando a alma não é pequena" - Fernando Pessoa
Torçam sempre pelo outro, isso já é um começo da Lei do Retorno.
Bjs
Namastê

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Paz, Amor e Cores pro mundo!

Bom, estamos a em 2011...ano que começou dando aquela sacudida com a fatalidade na região serrana, mas não quero escrever isso agora aqui, estava sem escrever desde do meu aniversário, e hj completam 3 meses da passagem da mamãe, e confesso, que tem momentos que paro no tempo, fecho os olhos e consigo ver imagens dela, e tenho a sensação que ela esta ali viva, quando abro os olhos e vem a consciencia da realidade...
Outro dia foi assim, fechei, voei nos meus pensamentos, a vi sorrindo e derrepente, abro os olhos e volto pro meu mundinho...
É esquisito demais, por que mesmo sabendo de tudo, que ela esta bem, fica um vazio , que só quem passa por isso entende.
Mas sei que não posso deixar a peteca cair, ela não quer me ver triste, lamuriosa, por mais que hj, eu esteja assim, mas sou guerreira e filha dela e não vou me abater pela falta física dela, quando sei que ela é além disso!
E por isso que esta esta foto ae em cima, fiz lá em Florianópolis, num momento que me permiti dar um pulo na praia - Jurere Internacional, peguei minha canga, meu ipod e com meu blackberry fiz uns cliques e esse foi um dos que mais eu curti, por que eu consegui pegar o céu, a canga peace and love e laáááá no céu uma bolinha branca que era a lua cheia, que alias como foi dificil ver a lua cheia, por lá... o tempo fechava ao anoitecer e a lua só se via nas nuvens...
Lá em Florianópolis foi muito bom, trabalhando no que gosto, conhecendo uma galera que ja se conhecia, reecontrando outras e o mais bacana, conhecer pessoas locais, até reencontrei uma amigo das antigas , o Andrei! Ele era da turminha do surf daqui das Laranjeiras, e derrepente eu o encontrei com o filhote dele, foi muito legal!
Gostei muito de ter ido pra lá, me fez bem, fotografei alguns lugares, situações, pessoas.
Me senti viva, depois do lance da mamãe.
É bom se sentir viva.
Tive momentos deliciosos com pessoas deliciosas, ri, zuei, fui zuada, andei largada, andei arrumadinha, andei de bike pra ver locação, fui em lugares lindos, dancei, bebi, fumei...sim fumei que nem um camelo, Marlboro foi o patrocinador, mas agora aqui nem to numas...é muito engraçado como lido com o cigarro, lá fumava assim, toda hora...aqui na primeira semana até fumei um ou outro, mas agora to super tranquiz...
Quero voltar pras minhas atividades fisicas, pro ingles, escalar, patinar, andar de bike, quero retornar pra minha vida que pausei alguns anos...
Quero me permitir um pouco mais...
Quero Paz, Amor e Cores!
; )

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Eu te Amo, minha mãe!

Há uma semana atrás, minha querida mãe fez a passagem, tem sido um momento de muitas reflexões, de compreensão de palavras, frases e expressões ditas por ela ao longo desses 39 anos de existências onde só comecei a ver, compreender quando ela partiu...
Eu estava organizando de transferi-la para uma casa de repouso em Santa Teresa, vi o site, liguei conversei , iria fazer uma visita técnica amanha, mostrei pra ela as fotos do site, ela relutou mas depois aceitou e ficava todos os dias me pedindo pra leva-la, confesso que eu estava muito mas muito estressada com muita coisa que passava na minha cabeça, estava saturada de problemas e as vezes cheguei a discutir com ela, mas no fundo , lá onde só eu sei , eu estava muito triste em vê-la cada dia mais limitada, devido a medicação ou pela própria doença que estava deixando-a mais fora desse mundo...
Sei e tenho a total certeza de filha o quanto ela me ama, digo no presente por que o Amor dela será infinito, e me perdoou tudo o que fiz, por que como mãe e como ser maravilhoso que foi em vida, sabia que sua filha era de bom coração e que estava só passando por momentos ruins.
Mas como doí vc ficar orfã de uma hora pra outra. Dói muito...
Minha mãe foi uma mulher guerreira, filha única, formou-se em música pela Escola da Música do Rio de Janeiro e se tornou mucisista em acordeon. Deu aula pra vários alunos, se paresentou em vários lugares no RJ.
Conheceu meu pai num telefonema errado, ele gostou da voz dela e ela da dele e marcaram um encontro.
Tinha tudo pra ser uma hístoria linda...mas o destino fez com que ambos tivessem que passar por situações delicadas onde a violencia, a humilhação, a dor, o sofrimento e a depressão foram marcantes em ambos.
Casaram-se e foram pra fora do Brasil, seguiram pra N.Y, onde lá minha mãe no supermercado começou a passar mal e a moça do caixa, falou que minha mãe estava grávida, pelo enjoo :"This´s a baby!" Minha mãe e meu pai tiveram que retornar após o 4 mes de gravidez e nasci em Petrópolis, dia 16 de novembro de 1970.
A Paz reinou até meados de 77, quando meu pai foi transferido para São Paulo e lá, caiu no alcool, nas arruaças com mulheres perdidas, chegava em casa bêbado e batia em minha mãe, gritava, quebrava tudo,ela chegou a perder um bebe na barriga num aborto causado por um chute dele, ela perdeu no vaso de casa, ela sentou no vaso e la tudo aconteceu, esse seria o terceiro filho, a segunda faleceu ao nascer por embolia pulmonar, nasceu sem um pedaço do pulmão e não resistiu, quando ela apanhava dele, se escondia e quando eu vinha ver com meus 8 anos, ela disse que tinha caído no chão, mas eu sabia o que era...
Viemos pro RJ em 80, fomos morar no Jardim Botanico, num apartamento enorme lá na Benjamim Batista, meu pai tinha sido promovido , era economista do Chase Manhattan, e tb operava na CVM. Minha mãe, já tinha deixado de dar aulas desde que eu nasci e meu pai à proibiu de trabalhar alegando que eu tinha que ser criada por ela.
Ela assim o fez, mas temendo que ele fizesse algo comigo e assim se dedicou a vida toda por mim.
Ela sempre foi muito alegre, divertida, feliz, dançava jazz, dirigia cantando sempre super astral.
Mas aos poucos essa alegria foi diminuindo...e já aqui no RJ o pior aconteceu, meu pai chegou certa noite e deu-lhe uma surra que ela foi parar no hospital com o rosto todo machucado, eu estava em casa mas não lembro da noite por que , eles brigaram na sala e a sala era longe do meu quarto só lembro que pela manhã meus avós estavam em casa e me levaram pro colégio e depois pra casa deles na Pereira da Silva.
À partir desse episódio, minha mãe se fechou pro mundo, induziu um coma e ficou 8 meses na cama, não falava com ninguem, meus tios e tias por parte de mãe iam todos os dias orar em volta dela, depois levaram-a num psicologo pra fazer terapia, ela começou a entrar em surtos , a medicação era muito forte, Aldol e varios outros calmantes, ela ficava marchando no lugar, chorava muito, pedia pra isso acabar, mas era só o começo, ela tinha 33 anos quando tudo começou, e eu 10.
Anos se passaram, após esse triste episódio deles, fomos morar definitivamente commeus avós maternos, e meu pai foi morar sozinho no Jardim Botanico, ele ainda bebendo muito perdeu o emprego e se afundou na depressao, meus avós paternos não conseguiam ajuda-lo, devido ao temperamento dele e tb da propria maneira que eles o educaram, não tinham aquele amor de pai e mãe, meu avÔ paterno era austero e distante do filho, aquele típico pai que diz que filho não pode chorar.
Enfim...meu pai era um orfão com pais vivos...
Muitas situações péssimas ocorreram com minha mãe, mas mesmo assim o que era uma época odio, raiva , aos poucos ela perdoou e disse que ele pagaria oque estava fazendo com ela, comigo e com o que fez com seus pais,eu fiquei 6 anos sem falar com meu pai, até que um dia eu resolvi perdoa-lo e tentar me aproximar mas vi que ele estava perdido pra sempre e infelizmente não posso ajuda-lo mais , só perdoei o que ele fez e rezo por ele.
Mas mesmo depois de muitas e muitas internações em hospitais publicos, transferencias pra clinicas duvidosas realizadas sem minha autorização pelo estado, eu sempre estive com minha mãe, grávida, pós parto, sempre... Ia cedo pro hospital, dava banho nela, levava roupa limpa, cheirosa, lavava o cabelo, tirava os piolhos e passava kwel, fazia as unhas, deixava ela cuidada, ia dia sim e dia não.
Graças à medicina, uma nova droga chegou ao mercado: ZYPREXA, ou Olazampina, onde ela consegue deixar o doente estabilizado sem deixa-lo catatonico. Eram meados de 2000, e a partir dai seus surtos começaram a espaçar, e ela tb ficou mais tranquila, até porque depois que Marina nasceu (1999), eu consegui um kitinete aqui no predio, como se fosse a casa do porteiro, e assim consegui traze-la para perto de mim e de Marina.
E claro da minha nova familia, onde sempre cuidaram e trataram muito bem de nós.
Foi dureza no começo pois eu estava sem emprego e queria arrumar o apto dela, deixar mais util, estava muito detonado, com aquelas banheiras antigas, um carpete velho e a pia da cozinha enferrujada.
Então eu resolvi fazer um aobra, e deixei de pagar o aluguel e o condominio 3 meses e com esse dinheiro eu reformei tudo, arranquei a banheira, o carpete nojento a pia e repus tudo novo, quebrei tudo.
Ela ficou muito feliz e eu tb.
Em 2006 aconteceu uma fatalidade, uma senhora moradora do 601 do predio, estava muito deprimida e resolveu ir embora, bebeu todas , tomou remedios e acendeu velas, resultado: um incendio horroso http://www.estadao.com.br/arquivo/cidades/2006/not20060329p26268.htm
E foi uma situação muito ruim pra mim, pois eu ja tinha comentando alguns meses antes com o sindico que eu estava preocupada de haver um incendio , pois minha mãe me dizia que a sra, acendia velas na varanda e ela tinha aquelas cortinas amareladas, e plantas secas, tudo suscetivel para alimentar um incendio.
Enfim...estava eu com a minha cumadre Andrea no árabe na galeria Condor, quando chega meu cunhado com a namorada e ela recebe um telefonema de uma amiga moradora aqui nas Laranjeiras perguntado aonde o namorado dela morava, ela explicou o predio e a amiga conclui que era la mesmo o incendio, Quando ela falou - incendio no predio do alexandre?! - na mesma hora eu falei pra Andrea: Mamae, preciso tira-la de la, corri tanto mas parecia que nao saia do lugar, quando eu virei a rua Euclides de Matos e vi, aquelas labaredas enormes, me coração saiu pela boca e ecomecei a gritar, nisso moradores no predio da frente gritavam pra ela não pular, e ela foi e ficou se protegendo na area de fora da casinha dela, porem a fumaça estava muito forte.
Nisso eu entrei no predio, no patio la embaixo e gritava pra ela, se proteger que a ajuda tava chegando, nesse meio tempo os bombeiros tentaram usar as mangueiras do predio mas , aconteceram dois problemas, não se tinha agua nas mangueiras e quando colocaram as mangueiras estavam velhas e rachadas, tiveram que esperar chegar o carro dos bombeiros e nisso o fogo comendo solto, estourando vidros, a maioria dos moradores são pessoas idosas, sorte que todos conseguiram sair, menos minha mãe por estar acima do apto e a escada que leva a casa dela não tinha como ela descer pois a fumaça estava impregnada em todos os andares.
Fiquei desesperada, achando que ou ela morreria asfixiada pela fumaça ou pularia la de cima em desepero.
Orei muito, chorei , implorei a Deus que ela ficasse bem, que não era justo dela sofrer mais e desse jeito.
Chegou a escada Magirus e retiram-a, quando vieram me comunicar que ela estava na ambulancia, pensei o pior, dela queimada, toda machucada, quase morrendo.
Quando abriram a ambulancia ela só tinha uns sujos de fuliem no rosto e um pouco no ombro, estava deitada com oxigenio , virou o rosto e disse: Minha filha.
Eu cai de joelhos, levantei as mãos pro céu e agradeci à Deus, dela estar bem, chorei muito e disse a ela que estava tudo bem que ela tinha que respirar o oxigenio e que iam leva-la pro hospital pra ver os pulmoes e continuar no oxigenio.
Naquele dia eu renasci e ela bravamente superou e resgatou mais um carma.
Tudo estava bem na medida do possivel, pois cuidar de uma pessoa bipolar, é delicado, exige muita paciencia, terapia , medicação e exames para controlar a situação.
Ela estava bem, eu que estava ficando muito cansada de tudo, me desgastava de todos os dias ela chegar e sair umas 30x, subia pra casa e daqui a pouco descia, perguntva a mesma coisa, mas no fundo minha maior preocupação era a escada estreita la de cima.
Era delicado de eu coloca-la pra morar aqui em casa, pois nçao tem espaço, e quando ela aceitou de ir para a casa de repouso, virou o meu foco, comecei a juntar o meu dinheiro pra juntar com o dela e viabilizar o mais rapido possivel, mas tb nãoqueria ser tão radical por que qualquer coisa que eu fizesse e ela se sentisse acuda com medo podiadesencadear um surto e com isso seria pior, pois teria que interna-la no IPUB e esperar ela melhorar pra depois ficar uns 4 dias na minha casa e depois fazer a transferencia, enfim...
Minha mãe sofreu muito, sentia falta dos pais, queria voltar a morar no predio onde ela morou a vida toda, na verdade ela estava regredindo em alguns momentos, como se quisesse ficar nopassado bom dela. Mas em outros falava numa convicção a nossa realidade. Perguntava como eu estava, toda vez que me via dizia que eu estava linda, e eu varias vezes preocupada com outras coisas só falava um: ta bom mãe, brigada.
Fico muito sentida, porque o stress me fez ser mais dura com ela em certos momentos, o excesso de procupação me deixou mais distante de certas emoções, numa defesa, eu estava sempre em alerta, com medo dela surtar e eu ter qu einterna-la naquele hospital publico mas eu não tinha condição de pagar 4/5 mil reais numa clinica psiquiatrica particular, não tinha mesmo, então meu maior pavor era começar há ve-la surtando, só eu sabia, começa pelo tom de voz, o olhar, a rapidez da fala (euforia) e por fim nos devaneios.
Sofria em ver minha querida mãe daquele jeito, no que a vida ou a falta de preparo dela, tinha transformado aquela mulher tão vívida.
Ela sempre me chamava de Meus Olhos de Cristais, sempre , mesmo com dor me tratava amoroosa, nunca mais nunca desejou mal a ninguem, sempre com um sorriso , as vezes falava uma besteira e piscava o olho e perguntava: Entendeu né? ;)
Mas por mais que hj, onde estou fazendo 40 anos, nascendo pra uma nova fase, graças à ela, meu coração esta doendo, não sei explicar esse sentimento, se é de perda, saudade, tristeza, arrependimento, alívio, leveza, amor.
Talvez um mix disso tudo...
Minha mãe foi uma guerreira, como meus avós maternos.
E eu não podia deixar de ser.
Mas doí em certos momentos, por que quando nos pega de surpresa, parece que deixamos de fazer algo quando ainda tinhamos a oportunidade de fazer.
Ao mesmo tempo na conclusão, compreendemos que era isso que tinha que ser, por que tantas e tantas provações ela passou bravamente e numa manha de novembro, num súbito cai da escada e vai embora.
Quero que minha mãe querida, continue com sua felicidade, alegria, amor e compaixão no astral, por que lá é o lugar que um dia irei reencontra-la e sei que serei recebida por ela.

Vou ficar bem minha mãe, por que sei que agora vc está em Paz.

Te amo e obrigada por me por neste mundo.

É o que eu desejo,

Um Amor puro sem querer retorno, onde o Perdão compartilha e é companheiro da Humildade.
Sem Amor não somos NADA.
Sem Amor não sobrevivemos...

Hoje um ciclo se fecha e outro se abre, em 7 dias minha vida mudou tão radicalmente que consigo compreender coisas que antes não compreendia.

Consigo enxergar de uma maneira tão bela e linda a Vida que me sinto leve.

A Saudade será minha nova amiga, mas a tristeza não teve vez de prosseguir comigo, por que o Amor que tenho no meu coração, supera tudo.

E com certeza minha mãezinha, hj, na hora do meu bolo, estará me abençoando e enviando muita Energia Positiva.

Que a Chama Violeta, transmute tudo, que meus pensamentos fiquem mais calmos e que tudo que esteja ao meu redor que não seja bom, se dissipe e se tranforme.

“Deus Todo-Poderoso presente em meu coração, chamejai , agora, o Fogo Violeta através de mim, com a purificadora força do Amor Divino, e do modo mais intenso. Dissolvei causas, efeitos, recordações, desejos e sentimentos do meu ser; todo erro pelo qual meu ser externo é responsável, e todas as condições negativas do meu mundo. Substitui tudo pela substância do divino amor, luz, pureza e perfeição. Seja feita a Vossa Vontade. “

Feliz aniversário pra gente, eu no meu ciclo na terra e vc renascendo no astral!



quinta-feira, 7 de outubro de 2010

FELIZ ANO NOVO! TEATRO DOS SENTIDOS -


Chegou o grande dia!!! Hj às 19:30h estaremos estreiando nosso espetáculo "Feliz Ano Novo!" , onde uma história de amor será sentida pela platéia.
Eu estou muito mas muito feliz, ter retornado ao palco após 11 anos em pause, digo isso por que eu me programei assim que soube da minha gravidez, que nunca iria abandonar a artes cênicas, até por que nunca é uma palavra muito seca e eterna...

Mas foi muito bom, alias foi o melhor que tinha que acontecer, me tornei mãe, minhas responsabilidades aumentaram, porém aquela criança que kika dentro de mim, só adormeceu, mas permaneceu viva, e quando podia se manifestava, e assim fui conduzindo minha vida profissional paralela com a familiar, fiz algumas coisas como atriz, que tb forma muito importantes para meu crescimento profissional, abri portas na área de produção para não perder o vínculo não só dos meus contatos que tenho já algum tempo, como tb conhecer novas pessoas, idéias, lugares , propostas!

Me permiti sei la como, consegui isso , mas permiti de deixar fluir, amadureci alguns conceitos que tinha de tantas coisas.

Claro que esses 11 anos me fizeram pensar em trocentas coisas associadas à carreira de atriz, tipo :ah to gorda , tenho que emagrecer, ou poxa vida to magra eles querem eu gorda, ou to de cabelo curto vou deixar crescer, será que faço foto? será que faço vídeo? será? será? Fulano vai lembrar de mim? ciclano esta em outro lugar... enfim...comecei à afastar essas energias que fodem a cabeça do artista e comecei , descendo alguns degraus e recomeçando, sempre na humildade , perseverança, desejo e amor.

Sim , por que se não houver isso e mais respeito e disciplina, NÃO ROLA!

Vários amigos ou conhecidos de outrora, hj , eu reencontro já na mesma trilha ou fortalecidos com seu trabalho na área , seja como diretor, ator, produtor, maquiador,editor, locutor,enfim estando feliz e realizado, tá valendo!
E mais irado disso que quando eles ou elas estão lá e lembram e dão uma força , ae é a força tarefa, é aquela certeza que quem chegou é do bem e quer tb somar pra fazer bonito, e não meramente , ah entrei por que é ciclano ou pro curriculo...

Somos o que fazemos, o que emanamos!

Esse projeto, hj espetáculo para mim é uma conquista , um retorno do que planto há tantos anos, ja tive oportunidade de trabalhar, conhecer, conversar com tantos excelentes profissionais do meio artistico foi e está sendo um enorme guindaste que está me içando para o que eu realmente quero, continuar na arte de encenar.
Claro que nem todos vêem dessa forma mas isso é totalmente fácil de abstrair, simplesmente por que não vai durar...simples assim...

Sim, quero voltar ao teatro, agora, mais do que nunca, quero fazer cinema de novo, por que me realizei e me senti viva naquela telona enormeeeee!!
E se vier a tv, meio de comunicação de massa, que venha com uma proposta que eu curta e não só tenha que aceitar por questão de $$$$.

Agradeço à Deus, à essa energia vibratória da mãe natureza, dos meus anjos, da minha família linda, minha filha Marina, meu amor ,Maurice , minha super cã snow , minha vó emprestada Mary, minha mãe que hj vive numa outra face da vida e todos que são do bem e me cercam
aos que estou conhecendo na juventude , naquele fervor que faz mover tudo ao seu redor.

Com este espetáculo estou fechando o ano com chave de ouro, com muito orgulho da minha conquista.

Penso na qualidade e não na quantidade.

Este ano começarei mais um ciclo, fecho o ciclo de 3 décadas e abro o de 4.
Não me sinto pesada, velha, ultrapassada, com certeza mais seletiva, mais feliz por saber escolher realmente o que quer e quem ficar à sua volta.

Sou guerreira por fora, mas por dentro uma eterna criança que ama a vida!

Que esta oportunidade que veio à mim, com o nome Teatro dos Sentidos, da linda e iluminada Paula Wenke, vingue e tenha vida próspera.

E que o que tiver que ser para mim , que seja e que venha!!!

Namastê

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Vendo além dos olhos


Vendo além dos olhos-

O que vc sente quando fecha seus olhos?
medo? insegurança? dúvida? solidão?
O que pensa quando fecha seus olhos?
aonde vc está? o que acontecerá imediatamente? por que vejo tudo preto?
Quando aprendemos a compreender que a janela da alma não é somente os olhos,
e sim todos os sentidos estimulados, a sensação de liberdade, de grandeza é ilimitada.
Quando tomamos a liberdade de nos permitir além do que o nosso cérebro está condicionado,
que nossa retina registrou quase tudo, descobrimos que é só o começo...
Que podemos ir além, que podemos quebrar barreiras com a nossa imaginação, que podemos domar o medo, esquecendo a insegurança, a dúvida e a solidão.
Quando estamos no ventre de nossa mãe, somos cegos mas não somos surdos, respiramos na água, nos alimentamos pelo cordão umbilical.
Nascemos cegos e aos poucos nossa visão começa a se adaptar e por fim enxergamos.
E quando envelhecemos, retrocedemos, ficando cego, surdo, com pouca locomoção, sem cheiro.
A grande questão é que não aprendemos a enxergar de verdade, e sim nos condicionamos com o que está ali em imediato, acostumamos ao prático, ao que não exige esforço, a visão é um sentido
que nos deixa numa zona de conforto enorme, por que ela antecipa tudo, o que nem pensamos , ja esta enviado ao cérebro pelo simples olhar, mesmo que não quiséssemos ver...
Somos mal acostumados com os nossos sentidos, temos que estimula-los, as vezes até deixar de informar para que possamos sentir diferente o que seria sempre igual.
Quando não enxergamos e aceitamos esta condição sem medo, insegurança, dúvida ou solidão, parece que nosso corpo cria percepções em todo milímitro, como se amplia-se sua sensibilidade,
para que não se perca nenhuma informação.
Cria-se amplitude, de olfato, tato, paladar, audição e consequentemente de imaginação.
A curiosidade fica mais estimulada pelo fato de não ser saciada em imediato, ela quer realmente saber , descobrir, satisfazer e por fim ter a conclusão do que foi este estímulo.
Não podemos deixar que nesta vida urbanóida, de barulhos em demasia, falta de amor, respeito, humildade e caridade nos transformem em seres humanos falhos, em seres que não utilizam o real poder que tem em seu corpo, em suas percepções.
O medo é o inimigo do ser humano, ele consegue destruir de tal maneira que fica irreversível certas situações.
Não podemos ter medo, afinal se somos gerados cegos dentro d´agua é por que somos feitos pra lidar com nossos sentidos desde de ser recem vivo.

Alice

- Texto inspirado pelo primeiro laboratório - teatro dos sentidos - Jardim Botanico - Jardim Sensorial / Piquenique - Agosto 2010

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

O Tempo corre, a vida passa e estamos aprendendo sempre!

Voltando depois de um recesso, talvez de tempo, de vida, de inspirações...
Queria escrever todos os dias, ter idéias, insights, histórias frescas...
Porém acabo meio que olhando pro passado e me perco por lá...se bem que o passado é o resultado de um presente que ja foi futuro e virou passado...
Pois é...
Quando somos pequenas nem ligamos pro tempo, aliás não temos a menor noção dele, só quando os pais , avós nos lembram : - " Tá na hora do banho, do almoço, do jantar, do colégio, da creche, de dormir, de levantar..."
E aos poucos vamos acostumando com o tempo, mas ficamos tão mal acostumadas que deixamos ele esvair e quando percebemos já não é mais...já foi!
Depois de outra fase de idade, aprender como ninguém optimizar o tempo, trabalho, curso, ginastica, mercado, banco, correios, faculdade, medico, dentista, lazer, namorar, viajar e assim vai...
Chegamos ao ponto de implorar mais tempo além das 24horas já existentes!
Mas convenhamos que mais horas seria um tiro no pé, por que o grau de insanidade subiria à tal ponto que perderíamos a noção de quem somos, para onde iremos e quem é vc!
O tempo deve ser bem aproveitado, isso é fato, porém o tempo pode ser enoorme para alguns e praticamente um piscar de olhos para outros.
Acho que por mais tempo tenha uma pessoa ela tb nunca está satisfeita com ele.
Se ela não utiliza com sabedoria, com certeza lá n afrente vai chorar muito por não ter aproveitado.
Porém aquele que utiliza o tempo bem, tipo saco de café usado mais de 3x, deve sofrer por não ter mais tempo.
No fim a constatação é que o tempo é uma condição de medida de um momento que pode ser loongo, curto, em pedaços ou uma coisa só.
Apreciar a vida é uma maneira saudável de usar o tempo, mas passar o dia todo ali estagnado olhando para um tv é desperdiçar o tempo que nunca mais voltará!
Tem noção disso????
Acho que por isso que a fotografia é tão inteligente e superior, por que vc clicou ali e eternizou aquele momento para sempre.
Como tb os longas, curtas e seus personagens.
O livro já é outra história, ele está ali cheio de emoções para serem absorvidas, e com o tempo que podemos usufruir tal viagem...
Talvez o ato de ler seja o único amigo do tempo, com ele viajamos tanto que quando percebemos o livro acabou , ou a vela apagou ou ja tem tanto tempo ali que o olho ta ardendo!
Quando vc perceber que sua vida não está bem, que não está curtindo, absorvendo, vivendo o seu tempo, ora simplesmente vire a ampulheta e tente outra vez!
Mas tente logo...ó o tempo correndo!
; )

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Flickr

This is a test post from flickr, a fancy photo sharing thing.

sábado, 17 de abril de 2010

ALICE CHEGANDO NO RJ!!!!

Bom é inevitável o assunto: Alice de Tim Burton nas telas.

Depois de meses de espera, ‘Alice in Wonderland enfim estreia no Brasil no próximo dia 23.

Cheio de personagens bizarros, efeitos coloridos psicodélicos e cenas marcadas pelo toque sombrio de Burton, o conto infantil recriado pelos Studios Disney já um sucesso no mundo e agora está chegando por aqui, pra enloquecer de vez, quem curte o universo de Alice.

Na versão do diretor, o elenco escolhido foi Mia Wasikowska , como Alice,Johnny Depp como o Chapeleiro Maluco, Helena Bonham Carter , como a Rainha Vermelha e Anne Hathaway , que vai atuar como a Rainha Branca.

Aos olhos de Burton, ‘Alice in Wonderland’ deveria ser contada de maneira diferente da original escrita por Lewis Carroll - como já era de se esperar. Mas, a verdade é que ele também se embebedou da imaginação louca de Carroll e aproveitou para dar mais vida ao conto. Desta vez, Alice cresceu e tem 19 anos de idade, tornando o longa uma espécie de continuação da história original. Na nova versão, Alice mora em Oxford e descobre que será pedida em casamento. Aflita com a proposta, a jovem resolve seguir o tal coelho branco, e vai parar no País das Maravilhas de Tim Burton.


Divulgação Comentei outro dia, passaram 30 anos e finalmente fizeram outra proposta do filme, com um diretor que tem uma linguagem muito particular e que mexe com a imaginação do espectador.

Imagine vc sendo ele, Tim Burton, tente pensar como ele cuidou de cada cena, cada detalhe durante a pré produção, durante a escolha do elenco, da concepção do visual de figurino, de cenário, de como ele iria propor a equipe toda o que ele via , imaginava e queria transpor pro público? É uma responsa que além de mover milhões de dólares, tb é um momento de criação coletiva e tb única, o coletivo , por que todos estão ali pela mesma causa, produzindo pelo melhor produto final. E única, por que cada um ali de seu setor, deu um pouco de si, deixou ali sua energia.

Eu, como Alice, sempre questionei o por que do nome, meu pai me sacaneava dizendo que era uma homenagem à Alice Cooper - cantor e compositor de rock - minha mãe dizia que era mentira dele, que eles escolheram por causa do livro e depois pelo filme que a Disney fez.

Na adolescência sonhava em ir pra Disney, como toda adolescente claro!!! Mas acima de tudo queria era ir lá na casa ou no brinquedo da Alice, nas xícaras e sonhava pelo gato Cheshire de pelúcia na minha cama. Algumas amigas naquela época foram e se gabavam com tudo, somente uma que trouxe o gato, as outras eram as famosas orelhinhas de Minie ou pantufas com as patas do PLuto.

Lembrando que nesta época , 83/84 não se encontrava nada sobre Alice por aqui, nada mesmo e como a internet nesta época era coisa só de cientista e IBM,rs obter um mimo de Alice, só se vc fosse lá ou pedisse para alguém trazer pra vc!

E eu cresci, comecei a trabalhar aos 17 anos e acabei indo pra outro rumo e deixei este sonho anestesiado, talvez por que naquela momento tive tantas oportunidades no trabalho, que deixei quando realmente fosse oportuno, em tempo, dinheiro e companhia.

Hj com quase 40 anos, me sinto privilegiada, o que tem de material de Alice , graças à Internet e tb as pessoas que curtem o universo, posso adquirir mimos de várias partes do mundo. Além de ter sido presenteada pelo meu namorido com a tatoo do Coelho!!

E a Disney? Vou sim, em breve com o melhor motivo do mundo: Minha família!

Vamos curtir como toda criança seja grande ou pequena!!!

E semana que vem, viajarei pro mundo de Alice!

Que na verdade todos temos um pouco de cada personagem!

Bjs

; )


CACHOLA PENSANTE!

Pois é, aqui será o lugar onde teremos um pouco de tudo, momentos legais, poemas, coisas das antigas, de agora e láááá´na frente!!!Pra começar um poema:








Aqueles dias:
Sabe aqueles dias, que dá vontade de sair correndo, cantando, gritando no meio da multidão?
Aqueles dias que vc não se importa com nada, só quer sentir o vento batendo no rosto, ver lugares, coisas, viver momentos bonitos?
Aqueles dias que não importa se está chovendo ou fazendo sol, que conseguimos ver as pessoas felizes, as crianças sorrindo, os velhos na praça jogando cartas ou damas, as flores nos canteiros ou nas barracas, como se estivesse tocando uma musica no fundo, e todo felizes!!!
Aqueles dias que vc acorda com um sensação que o mundo pode melhorar 'a partir de vc!
Aqueles dias que um beijo se torna a emoção mais forte do mundo, um abraço amigo, um cheiro no ar...
Aqueles dias que vc coloca uma roupa e sabe que eesa é A ROUPA, que tem a energia de um arco-íris!!
Aqueles dias que o banho é seu karaoke particular, e vc se torna uma estrela de cinema do anos 40?
Aqueles dias que quando vc está dançando parece que seus pés estão flutuando?
Aqueles dias que são mágicos, que conseguimos ser um ser realmente feliz, com um sorriso verdadeiro no rosto e um coração trasbordando energia positiva!!!!

Final de tarde na Reserva - Barra - RJ

Final de tarde na Reserva - Barra - RJ

Zuzu Bem!!!!!!

Bem vindo ao Baú da Alice. Um lugar para todos...... Aqui no Zuzu Bem , será uma seção sobre filmes, espetáculos, shows, poemas, livros, esquetes, galerias de arte, que estão acontecendo e que eu vi ou quero ver ou alguém citou e eu estou colocando aqui! enfim... Pra abrir a seção, começo falando sobre um filme que para alguns é um ótimo referencial da palavra Fashion, e para outros mais um filme com desfile de moda. "O Diabo Veste Prada" com a magnífica Meryl Streep, e tb com uma sensibilidade a flor da pele pela atriz coadjuvante, Ane Hathaway emociona. Bom eu curti muito o filme, o roteiro é bem costurado, as atuações legais, apesar de parecer um filme fútil por se tratar de moda, entre um momento e outro, nós espectadores, analisamos situações em que vivemos ou já vivemos, e lembramos de situações parecidas, é um filme bem diferente de outros sobre moda, é um filme de comportamento, sobrea a influência da moda nas pessoas, não estou falando sobre as Fashion Victims, mas sim de pessoas que sabem que realmente a aparência, ou melhor como vc se apresenta na sociedade, tem um peso em sua conquista profissional. A trilha tb é uma delícia, como mais que óbvio Madonna, teria que estar na trilha, U2, entre outros, que no momento eu não consigo escrever...depois eu posto. O interessante da trama é que mostra a mulher num cargo extremamente grande, de uma responsabilidade ínfima e seus valores na sociedade, que por uma questão de workholic é necessário abdicar algumas coisas, uma delas sua relação pessoal. Eu assisti somente agora, mas achei interessante. Quero assistir no cinema outros filmes, o aclamadíssimo "Pequena Miss Sunshine" um roadmovie, que é uma comédia dramática, Uma menina tem um sonho, participar d eum concurso de beleza infantil Pequena Miss Sunshine, então ela e sua família partem e daí é uma longa jornada...sendo do cinema indepedente americano, se tornou o melhor filme e levou o oscar...mas de filmes independentes!!! Independent Spirit Award levou tb de melhor direção, melhor primeiro roteiro, para Michael Arndt e ator coadjuvante, Alan Arkin. Este longa tem sido premiado em vários lugares, outro muito bom, mas sério "Cartas de Iwo Jima" Que vem a ser a batalha entre USA X Japão na 2°guerra com a perspectiva dos soldados japoneses, este deve ser chocante e reflexivo... e se possível "Rainha" , que é realmente surpreendente!!! Muita pessoas já me disseram que atriz que faz o papel de Elisabeth II, Helen Mirren confunde ... ela é mais rainha que a própria... breve coloco meu ponto de vista, vc já viu algum deles, conta aê... o seu ponto de vista, claro! JÁ NO TEATRO... Está sendo filmado, "O Longa mais longo de todos os tempos" Sr. Zé Celso, o mestre do Teatro Oficina, resolveu fazer um DVD com os espetáculos: "A Terra", "O Homen I", "O HomenII", "A LutaI", "A lutaII" serão 1.560 minutos, que ele ainda está disponibilizando no site do Teatro Oficina , ao vivo pela internet! Como José Celso é um cara digamos complexo, delicado e com uma visão lááááá´na frente eu deixo vcs mesmos tirarem suas conclusões.... a gente se fala...